sexta-feira, 7 de abril de 2017

# Andréia Kisner # Liberação Miofascial

Como preencher a agenda - o que a CRISE me ensinou

Um dia desses estava sentada organizando a agenda da Clínica, com os pacientes, pacotes de atendimento, qual profissional iria atender. Parei por um instante e vivi um daqueles momentos ‘flashback’, lembrando da trajetória como Fisio.

Me enxerguei no final do ensino médio, pensando: - humanas, definitivamente é a área que eu quero! E lá fui eu... Medicina, Farmácia, Fisioterapia...qual delas? Fiz vestibular para todas!!!

Na formatura - não cabia
em mim de tão feliz!
Passei em Fisioterapia, confesso que por estímulo do meu pai, havia definido que seria médica! Então, cursaria fisioterapia até passar para medicina. Fui surpreendida em uma aula de Psicologia Aplicada à Fisioterapia, ouvindo depoimento de pessoas que sofreram os mais diversos tipos de trauma e doenças físicas. Nos relatos, após passarem pelas sessões (que eu ainda nem imaginavam como seriam), estavam andando, curadas ou já numa situação muito melhor.

Relatavam com muita gratidão o quanto seus fisioterapeutas participaram dos seus processos de cura física, e por que não, emocionais, devolvendo-lhes suas vidas, com mais qualidade e liberdade.

Caiu a ficha! É isso que quero fazer, atuar diretamente no processo de cura de seres humanos!

O trabalho no Hospital - um grande desafio.
Meu pai ficou meio contrariado, mas diante da minha empolgação, concordou e me apoiou! Cursei toda a faculdade e depois fui para São Paulo em 1999, para me especializar em Fisioterapia Cardiopulmonar no Hospital Ns. Sra. de Lourdes. Não fazia ideia que era um centro de referência em cirurgia cardíaca pediátrica e neonatal.

No final da especialização, fui convidada para trabalhar no Hospital Pediátrico e Neonatal. Tremi nas bases mas aceitei o desafio – ser Supervisora da Especialização deste setor. Fiquei lá por 3 anos, aonde aprendi e ensinei muito.

Depois disso, já em Porto Alegre, atuando em Ortopedia e Traumato, fui percebendo que alguns pacientes não melhoravam apenas com o uso dos aparelhos, alongamentos e exercícios convencionais. Na época uma fisioterapeuta muito amiga, já usava massagem em seus tratamentos, e seus PACIENTES MELHORAVAM MUITO (e ela fazia muitos atendimentos).

Uau, era tudo que eu queria, pacientes sem dor e agenda cheia!!!!

Pedi a ela que me ensinasse e fui aprendendo, praticando e também sentindo na própria “carne” o que era este método tão poderoso. Comecei finalmente a ter RESULTADO - pacientes sem dor, com maior liberdade de movimento, REALIZANDO SUAS ATIVIDADES FUNCIONAIS, conseguindo evoluir sua prática de atividade física, enfim, VIVENDO COM QUALIDADE. E indicando outros pacientes!!

Percebi que a LIBERAÇÃO MIOFASCIAL é um passo importante na cura, pois liberta o corpo para que ele possa se desenvolver e reeducar através de técnicas como o Pilates, a Yoga, o Treinamento Funcional e a Musculação (com a devida orientação, é claro).

Como eu desejava, a agenda foi sendo preenchida, meu espaço ficou pequeno, e eu não tinha mais horário para todos que me procuravam.

Após ter preparado outras profissionais para me ajudarem, a LIBERAÇÃO MIOFASCIAL já era uma realidade. Porém, o espaço já não comportava tantos atendimentos, por isso resolvi ampliar os negócios. Mentalizei o Espaço Térreo – apliquei o princípio da PNL (Programação Neurolinguística) de que precisamos colocar o foco NAQUILO QUE QUEREMOS – e meu desejo era ter um local na mesma rua em que já atendia. E depois de um tempo, plinnnn, apareceu!

Em 2014, o sonho de ter um espaço amplo, multidisciplinar, aconchegante e alegre se concretizou.

E agora, qual o próximo sonho desafiador? Foi quando uma ‘amiga anjo’ (porque para mim amigos são anjos), me perguntou: - Quando vais começar a dar cursos hein?! Já estava na hora de ensinar o que eu havia aprendido ao longo dos meus 18 anos de profissão para outras pessoas.

- Afinal, isso que eu faço funciona! pensei eu. Fiz um cálculo e cheguei a aproximadamente 30.000 atendimentos. Fiquei chocada. Era hora de propagar este conhecimento.

Então, em setembro de 2016 fiz o primeiro curso teórico-prático de LIBERAÇÃO MIOFASCIAL. Foi maravilhoso poder ensinar este método para profissionais interessados (FISIOTERAPEUTAS, MASSOTERAPEUTAS, MÉDICOS E DUCADORES FÍSICOS), todos ali aprendendo, com objetivos em comum, querendo resultado em seus atendimentos e prosperar em seus negócios.



Para este ano, ampliamos o desafio: levar a Formação em LIBERAÇÃO MIOFASCIAL para outras cidades e estados do Brasil. Já temos parceiros e datas para Porto Alegre, Caxias do Sul, Santa Maria e São Paulo.

Quer fazer parte deste time e ver tudo isso funcionando para você e seus pacientes?


Um comentário:

  1. Adorei tua forma leve e divertida de contar tua história. Parece que estou te ouvindo...
    Já estou curiosa para saber dos resultados dos teus alunos...
    Beijos e desejando todo o sucesso que você merece!

    ResponderExcluir