O que é Liberação Miofascial

Liberação Miofascial (mio = músculo, fascial = fáscia, tecido que recobre todo nosso corpo), é uma terapia manual em que se aplica uma pressão sobre regiões específicas do corpo.

Em essência, quando você toca um corpo humano, está tocando um sistema intimamente ligado, ou seja,  o toque em uma região repercute em todo corpo.  

Os PRINCIPAIS BENEFÍCIOS da Liberação Miofascial são:
  • Aliviar as tensões 
  • Aliviar dores musculares crônicas
  • Liberar o movimento das articulações
  • Melhorar a flexibilidade
  • Adequar a distribuição da massa muscular
  • Melhorar a circulação
  • Otimizar a respiração
  • Promover mudanças progressivas nos níveis físico e emocional
  • Aumentar a consciência corporal
Tendo em vista que a FÁSCIA é um tecido que recobre todo nosso corpo, inclusive cada célula e nossos órgãos, podemos chamar este tecido de "conectivo"

Portanto, quando uma parte se move, o corpo responde como um todo. Da mesma forma, se existe alguma restrição de movimento por DOR, por exemplo, todo corpo sofre alterações para se adequar à restrição.

Independentemente do que os músculos estejam fazendo individualmente, eles também exercem uma influência funcional sobre as continuidades integradas da extensão corporal dentro das cintas fasciais.

Chamamos estas continuidades integradas de Trilhos Anatômicos, que são linhas de transmissão de tensão, facilitando o movimento e proporcionando estabilidade através da miofáscia do corpo ao redor do esqueleto. Trilhos Anatômicos preenchem a necessidade atual de uma visão global da estrutura humana e do movimento.

Dizer que nosso corpo todo está interligado é uma forma muito simplista, pois precisamos saber: 
  • Como está conectado? 
  • Quais caminhos se interconectam? 
  • Como podemos trabalhar nestes caminhos pra curar nossos pacientes? 
  • Como libertar movimentos mais fluidos e harmoniosos? 
  • Como melhorar as dores de nossos pacientes e alunos?

O CURSO DE LIBERAÇÃO MIOFASCIAL pretende, além de ensinar a técnica, responder estas questões quebrando um antigo paradigma: O QUE SEPARA O SER HUMANO EM PARTES, o que limita muito a possibilidade de cura de nossos pacientes.

Somos SERES INTEGRADOS, e o trabalho de cura assim deve ser.

Quer aprender a técnica? Saber como aplicar em seus alunos / pacientes?



Nenhum comentário:

Postar um comentário